Review The Legend of Korra 2x03/2x04: Civil Wars

"Se as tribos da água entrarem em guerra, as outras nações escolheram lados, os espíritos malignos perceberão essa energia negativa, e o mundo estará em uma batalha entre espíritos e homens."


Para dois episódios intitulados Guerras Civis eu esperava mais ação e batalhas, porém a trama trouxe de volta toda a complexidade política que envolve as quatro nações, contextualizando um dos principais arcos da temporada que se amplia com a possibilidade de uma nova guerra mundial. 

Estava óbvio que as intenções de Unalaq como mentor de Korra iam além de encontrar o equilíbrio entre os mundos físicos e espiritual, algo corroborado pela chegada das tropas da Tribo da Água do Norte. Também seria óbvio que a chegada  seria tida como inaceitável pelos governantes do Pólo Sul, afinal isso significava o início de  uma dominação. Korra estava insuportável neste episódio, pois além de ficar com raiva do pai, ainda aceitou com passividade a justificativa de que os militares tinham sido trazidos para conter ataques dos espíritos e que os mundos estariam em equilíbrio, assim como as tribos estariam unidas, quando ela abrisse um segundo portal no Pólo Norte. Digo isso, pois por mais que a função do Avatar seja fixar o equilíbrio entre as quatro nações, a Tribo da água do Sul é o povo dela, principalmente quando lembramos o quanto Ang era ligado aos monges que o criaram. Apesar disso, considerei de certa forma justificável a raiva da garota que conforme disse, quer abraçar seu status de Avatar mas se vê impedida pelos treinadores e pais que tentam protege-la.
                                    

Conforme esperado, Korra não consegue evitar o início do conflito que tem seu estopim quando Unalaq é atacado por um grupo de dominadores do Sul, e salvo pela Avatar. Com isso, os revoltosos são presos, inclusive o pai de Korra que apesar de não participar do ataque,  estivera na reunião na qual a revolta fora planejada. Korra poderia ter feito algo para impedir, mas apesar disso, deixou seu pai ser preso e condenado, no que descobriríamos depois, era um plano orquestrado pelo Rei do Norte. Aqui, eu fiquei surpreso e muito contente pela atitude da garota, de perseguir o juiz e força-lo a dizer a verdade sob a ameaça de um ataque de Naga,uma atitude que Ang não teria, pois era muito pacifista.



http://forever-makorra.tumblr.com/

Apesar de ter descoberto todo plano de Unalaq, este já enviara Tonraq para cumprir sua prisão no Norte. Reforço mais uma vez que poderiam ter explorado melhor essa batalha, assim como a perseguição em céu-mar que resulta na libertação do pai de Korra, que marca definitivamente o início de uma guerra entre as tribos da água.

Em um segundo arco que se estende até o episódio quatro, temos a busca de Tenzin, Kaya e Bumi em por Ikki, filha de Tenzin e que desaparecera do templo. Inicialmente, acreditei que esse sumiço estaria relacionado ao espírito da estátua, do episódio anterior, porém conforme o episódio evolui percebemos que isso era uma justificativa para explorar o passado de Ang, e a relação dos seus filhos. Aqui vemos que antigo Avatar foi um pai muito presente na vida de Tenzin, dominador de ar, e se empenhou ao máximo para que este continuasse o legado da dobra, quase extinta por conta da Guerra dos cem anos. Porém, ao mesmo tempo, Kaya e Bumi sempre foram deixados de lado, este inclusive se sentindo excluído entre os irmãos por não dominar nenhum elemento. Foi interessante, resolver esse conflito com uma conversa de Tenzin e Ikki, que fugira por divergência com seus irmãos, numa espécie de ligação entre duas gerações distintas mas com os mesmos problemas. Não entendi os pequenos Appas, pois no meu entender a espécie também tivera sido extinta e o bisão voador de Ang seria o último de sua espécie.

A intenção de alívio cômico ficou a cargo de Bolin tentando terminar com Eska, mas acabando noivo desta. Digo intenção, pois o plot não teve nada de engraçado e Bolin poderia ter sido melhor explorado na batalha, assim como Asami que estava bastante sumida, e só teve destaque em uma cena na qual derruba um guarda com sua arma de choque.

O próximo episódio será intitulado Guardiões da Paz.

0 comentários:

Postar um comentário