Review The Originals 1x02: House of Rising Son


"Está tudo bem em se importar. Está tudo bem em querer algo."

                              

Talvez a presença de Rebekah fosse o elemento que faltava para The Originals entrar nos eixos, pois em 40 minutos de episódio a barbie original reinou absoluta, e trouxe a trama a emoção necessária para prender a atenção dos telespectador. Rebekah volta a New Orleans preocupada com Elijah, desaparecido misteriosamente depois de ter sido empalado por Klaus. Aqui já percebemos que ela conhece Marcel de loga data e que inclusive já teve um romance com o rei da cidade, nesta que pode ser considerada a pior combinação gerada nas tramas de Julie Plec. Sério, apesar dela ter mais de mil anos, poderiam pegar leve com o fato dela ficar com todos os homens das duas tramas, incluindo TVD. Talvez agora, isso mude, levando em conta que parte do elenco são seus irmãos e a outra parte é formada por mulheres.

Como o enredo não pode se resolver tão facilmente, apesar de achar que Klaus poderia matar Marcel de uma vez e retomar o controle da cidade, Rebekah também se vê impedida de agir e descobre que as bruxas são inúteis, pois não podem praticar mágica. Muito sem base a justificativa de Sophie de que elas não podem deixar a cidade, pois praticam uma magia ancestral e que precisam do solo sagrado do cemitério para manterem seu legado. Isso apenas me pareceu mais uma desculpa para manter a estrutura da trama de modo a gerar os episódios.

No meio desse dilema, vejo surgir uma amizade interessante entre Rebekah e Haley, que tiveram um excelente interação nesse episódio e torço para que isso evolua, afinal sabemos o quanto a loira original é solitária. Haley aliás estava possuída pelo seu instinto maternal, querendo  tirar o bebê para se ver livrar de toda aquela confusão. Não culpo a atitude da menina lobo, afinal dado o histórico de TVD, é bem provável que ela não sobreviva à essa maternidade. Apesar disso, o plot gerou um fato interessante ao fazer Klaus se preocupar com a gravidez, fazendo com que o objetivo de Elijah fosse levemente atingido.


Klaus, que está se fazendo de amigo de Marcel, realmente tem um plano e conseguiu colocar um vampiro infiltrado nas tropas de Marcel. Porém, para estabelecer essa trégua, ele teve de entregar Elijah para o inimigo. Prêmio irmão do ano pra ele. E como se não bastasse ter um original como refém, Marcel também possui uma arma mais poderosa que um original, a bruxa Davina. Ao criar essa ameça, estabelece-se uma perspectiva para a série, rompendo mais uma vez com os limites ditos em TVD. Apesar disso, não seria algo absurdo, pois Bonnie com o poder das bruxas mortas já se mostrara capaz de matar Klaus. Diante desse contexto, vislumbra-se a possibilidade da trama se tornar sólida, principalmente com o pedido de Marcel para que Davina encontre uma forma de matar um original.



Obs: Ao que parece, Camille é da Elena da trama.

A promo do episódio três, pode ser visto no vídeo a seguir.


0 comentários:

Postar um comentário