Review Awkward 3x12/3x13/3x14: And Then What Happened/Taking Sides /The Bad Seed

"Esse é o momento para abraçar  um novo tipo de mudança."





 Jenninha em sua incansável saga rumo à autodestruição.

Após Jenna ter sido pega traindo Matty em sua festa de aniversário surpresa, em  And Then What Happened o roteiro retorna com uma dinâmica muito similar a do episódio The Adventures of Aunt Ally and the Lil'Bitch, no qual a garota tenta descobrir o que realmente havia acontecido na festa dada por Ally em sua casa. Dessa vez, o mistério gira em torno da real situação entre Jenna e Matty, pois ninguém sabia se eles estavam namorando ou não. O episódio segue com a história sendo montada durante uma conversa no intervalo, em que cada um diz o que viu/fez durante a festa e chegando a nenhuma conclusão. A única parte engraçada dessa narrativa é Lissa sendo nocauteada por um taco de beisebol. Apesar disso, a conclusão satisfaz ao surpreender pelo fato de Matty querer continuar com a namorada, porém esta acaba pedindo um tempo da relação. Afinal a traição aconteceu por um motivo, e ela precisava entender qual, uma atitude sensata e de certa forma madura.

Após a ruptura do casal chega a hora de decidir lados. O fim de um relacionamento é sempre difícil, e a posição das pessoas próximas fica  complicada quando se é amigo de ambas as partes. Afinal, o término requer um distanciamento, porém os amigos convivem com ambos. Nesse caso em especifico, Ming e Tamara deveriam ficar do lado de Jenna, pois elas eram amigas há muito tempo. A briga delas não necessariamente tem envolvimento com Collin, e é sim resultado de palavras ácidas ditas no calor do momento e que nenhuma delas quer reconhecer por orgulho. Na adolescência tudo se mostra tão intenso e uma briga às vezes representa um rompimento definitivo de uma amizade apenas pelo fato de ninguém querer reconhecer que errou.


Matty conclui o arco de uma forma muito elegante, ao se recusar a agir grosseiramente (mesmo estando no direito) por ser exatamente isso que todos desejavam que ele fizesse. Então, ele faz o contrário. Propõe-se a ficar com Jenna, aceita sua amizade e até tenta ajudá-la ao vê-la em perigo. E em meio a isso tudo, desenvolve uma bonita relação com Sadie. Não de forma amorosa, mas uma amizade improvável que vem crescendo desde o inicio da temporada. A combinação dos dois funciona tão bem, por suavizar a personalidade grosseira da garota e destacar a bondade evidente dele.
                               

Sadie inclusive tem destaque por sua relação distante com sua mãe, em The Bad Seed, e ressaltasse o quanto a garota é solitária. A sua adoção por Ally traz uma nova perspectiva para a personagem, e torço para que a esposa troféu retorne em mais participações.

Mesmo sem destaque, o personagem que mais avançou nesses três episódios foi Lacey. É tão legal assistir sua insegurança em ser mãe, e ela age por diversas vezes de forma absurda e real. A cena em que ela 'rompe' com o namorado da filha, assumindo uma posição, foi a mais engraçada dos episódios. Ela é a única que compreende o que a Jenna está passando, tentando se definir, se encontrar. E triste é o fato da filha desapontá-la, fazendo-a agir como um verdadeira mãe e sendo severa para ensinar-lhe uma lição.

                               

Diante disso, o arco central não parece mais tão irritante por permitir a Jenna a busca por sua identidade. Ela almeja ter novas experiências, abandonar sua atitude colegial invisível e conhecer o que o mundo tem a lhe oferecer. E é isso que torna Collin tão atrativo, essa possibilidade de fazê-la crescer nesses aspectos mesmo que seja apenas para ela aprender lições de vida. Jenna e Matty parecem o típico casal pacato que se conhecem na escola e acabam se casando sem terem a oportunidade de terem outras experiências. Já Collin se mostra como o cara adulto e livre da sensação de comodismo, alguém que pode desafiar Jenna a ser alguém completamente diferente. Restará a esta adquirir esse conhecimento e utilizá-lo de forma adequada. Apesar disso, continuo TeamMatty.

0 comentários:

Postar um comentário