5 Motivos para assistir Meu pedacinho de Chão



Não é série, mas é tão linda quanto se fosse. Meu pedacinho de chão é uma novela da rede Globo de televisão, exibida no horário das seis. Com uma estética diferenciada, um texto rico combinado com excelentes atuações, a produção chama atenção por sua qualidade artística. Então, abaixo estão alguns motivos para acompanhar essa verdadeira fábula.

1. OUSADIA ESTÉTICA

A primeiro momento, o aspecto que mais chama atenção em Meu pedacinho de chão é sua estética. Por ser o ponto de vista de duas crianças, Pituca e Serelepe, a direção de arte abusa no realce aos figurinos e cenários, de forma antes vista em produções como a lindinha Hoje é dia de Maria e Capitu. Assim, somos colocados diante de personagens com roupas de plástico, cabelos de algodão doce, flores de papel e animais mecânicos, uma analogia com a atitude infantil de utilizar qualquer  elemento disponível para montar brincadeiras. Tudo sempre colorido e vivo.



2. TEXTO POÉTICO

Acompanhando o cenário, o texto de Benedito Ruy Barbosa se mostra rico em detalhes e poesia, ressaltados por sotaques e vícios de linguagem que representam uma gente simples. De forma elaborada e fugindo aos diálogos clichés, o autor consegue prender a atenção com seu jogo de palavras, alternando entre o alívio cômico e o apelo dramático de forma muito suave.

3. EXCELENTES ATUAÇÕES

O excelente texto de Meu pedacinho de chão é executado por um conjunto de grandes atores. Além de nomes como Osmar Prado, Juliana Paes e Rodrigo Lombardi, o elenco mais jovem impressiona em suas cenas, como é caso da relação envolvendo professora Juliana (Bruna Linzmeyer) e Zelão ( Irandhir Santos). Porém o grande destaque é o núcleo infantil, representado por Serelepe (Tomas Sampaio) e Pituca (Geytsa Garcia) que trazem um relação delicada em cenas de puro amor.




4. TRILHA SONORA

Com uma trilha sonora que é verdadeira poesia, a sonoplastia da novela utiliza principalmente os arranjos de suas músicas que, com exceção da abertura da orquestra sinfônica de Heliópolis e pelo Coral da Gente, são todas da banda De Votchka. São elas: a lindissima How it EndsDearly DepartedI Cried Like a Silly BoyThe Enemy Guns e Charlotte Mittnacht . 

Além disso, o elenco também se arrisca em cenas musicais, a exemplo da versão de chuá chuá.



5. HISTÓRIA CATIVANTE

Mais importante do que os pontos anteriores é preciso contar uma boa história, coisa que Meu pedacinho de chão faz com maestria. Se baseando na simplicidade, o enredo não traz grandes reviravoltas ou o típico drama de produções genéricas. Pelo contrário, a trama consegue manter um  ritmo ágil com base em plots simples e sinceros, mas ao mesmo tempo prendendo a atenção do telespectador.

Enfim, Meu pedacinho de chão é uma produção nacional que vale a pena conferir. Além de fugir ao lugar comum das novelas, é uma produção com qualidade artística acima da média e que vai fazer você muito feliz em seus inícios de noite.