[Top] 12 Ótimos Filmes brasileiros lançados em 2015


Cena do filme A História da Eternidade

Pra quem diz que cinema brasileiro não presta, resolvi elencar um conjunto de filmes nacionais lançados em 2015 e que são ótimos em diversos aspectos. Então, temos desde o representante brasileiro para o Oscar 2016 até  filme com formato de documentário, além de uma menção a filme de comédia. Nos players é possível conferir os trailers e as sinopses na sequência. 



1. QUE HORAS ELA VOLTA?




Não é sem motivos que Que horas ela volta? é o representante brasileiro na corrida pelo oscar de melhor filme estrangeiro. Aclamado pela crítica, o filme é um retrato de tantos lares brasileiros e questiona as relações trabalhista e a dicotomia social invisível dentro de uma lar. Questionador, reflexivo e envolvente, a produção ainda ressalta o talento de Regina Casé que representa com maestria o cotidiano de tantos mulheres brasileiras.

2.  A HISTÓRIA DA ETERNIDADE



Sinopse:  Em um pequeno vilarejo no Sertão, três histórias de amor e desejo revolucionam a paisagem afetiva de seus moradores. Personagens de um mundo romanesco, no qual suas concepções da vida estão limitadas, de um lado pelos instintos humanos, do outro por um destino cego e fatalista.

Comentário: Simplesmente o melhor filme de 2015.

3. SANGUE AZUL


Sinopse: Há vinte anos, numa ilha vulcânica e paradisíaca, um menino de dez anos foi separado de sua irmã. A mãe, temerosa de que uma atração incestuosa se desenvolvesse entre os dois, fez uma escolha e optou por mandar seu filho para o continente. O menino foi entregue a Kaleb, o ilusionista do Circo Netuno, que passava pela ilha. No continente, Kaleb instruiu o menino nas artes do circo e do espírito, onde o ex-ilhéu se tornou Zolah, o Homem Bala.

4. BEIRA MAR



Sinopse: Durante o inverno, dois jovens viajam ao litoral gaúcho. Martin precisa visitar parentes distantes, em busca de um documento para seu pai. Tomaz aceita acompanhá-lo nessa jornada, aproveitando a oportunidade para se reaproximar do amigo.
Os dois passam os dias imersos em um universo próprio, expostos à família que rejeita Martin e à estranha distância que surgiu entre ele e Tomaz. Alternando entre distrações corriqueiras, reflexões sobre suas vidas e sua amizade, os garotos se abrigam em uma casa de vidro, à beira de um mar frio e revolto.

5. A FLORESTA QUE SE MOVE


Sinopse: Elias é um bem sucedido executivo que trabalha no segundo maior banco privado do Brasil. Certo dia, Elias encontra uma misteriosa mulher que prevê seu futuro: ele será o Vicepresidente do banco nesse mesmo dia e, em breve, se tornará Presidente. A roda da fortuna é fatalmente ativada e uma sequência de assassinatos é perpetrada pelo casal, deixando um rastro de sangue em seu caminho para o poder e tornando-os algozes e vítimas de seus próprios destinos.

6. AUSÊNCIA



Sinopse: "Ausência” é um drama cotidiano, familiar, sexual, afetivo. Centrada na figura de Serginho, a trama se estrutura sobre diversos aspectos da vida desse “não-mais menino, ainda-não homem”. Seguimos o seu dia a dia: o recém-adquirido papel de homem da casa, cuidando de sua mãe e de seu irmão mais novo; o trabalho na feira; sua amizade com Mudinho e Silvinha; e sua relação confusa, entre o sexo e o afeto, com o Professor Ney. O filme é um tecido de momentos da vida de um menino em transição.

7. CALIFÓRNIA


Sinopse:  O ano é 1984. Estela vive a conturbada passagem pela adolescência. O sexo, os amores, as amizades; tudo parece muito complicado. Seu tio Carlos é seu maior herói, e a viagem à Califórnia para visitá-lo, seu grande sonho. Mas tudo desaba quando ele volta magro, fraco e doente. Entre crises e descobertas, Estela irá encarar uma realidade que mudará, definitivamente, sua forma de ver o mundo.

8. EM TRÊS ATOS



Sinopse: Quando uma intelectual de 80 anos  é confrontada com questões da velhice e da morte, ela se vê 30 anos antes  enfrentando a morte de sua mãe. De forma poética, Em Três Atos contrapõe dança contemporânea, através de uma bailarina de 85 anos  e uma jovem bailarina em seu auge , com diálogos inspirados nos escritos de Simone de Beauvoir sobre a velhice e a morte.

9. TUDO O QUE APRENDEMOS JUNTOS 


Sinopse: Laerte é um músico promissor que sofre uma crise em plena audição para uma vaga na Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp). Ele perde a chance de trabalhar na maior orquestra sinfônica da América Latina e, frustrado e com problemas financeiros, vai dar aulas na favela de Heliópolis. Na escola, cercado por pobreza e violência, redescobre a música de forma tão apaixonada que acaba por contagiar os jovens estudantes. Tudo que Aprendemos Juntos é inspirado na história real da formação da Orquestra Sinfônica de Heliópolis e conta a emocionante saga de um músico e seus alunos, que tiveram suas vidas transformadas pela arte.

10. ÓRFÃOS DO ELDORADO 


Sinopse: Baseado no mais recente romance do escritor brasileiro Milton Hatoum, Órfãos do Eldorado é uma história de amor, obsessão e enlouquecimento de um homem na Amazônia. De volta à sua cidade de infância, Arminto apaixona-se por uma mulher misteriosa, que todos dizem querer morar numa cidade submersa. Na busca por esse amor inalcançável, ele se desfaz do patrimônio de sua família e de sua razão, enquanto se aproxima do universo mítico amazônico – transformando sua própria vida em fábula e tragédia.​ 

11. PARA MINHA AMADA MORTA


Sinopse: Fernando é um bom homem que cuida do seu filho único, Daniel, um menino tímido e sensível. Depois da morte de Ana, sua esposa, todas as noites, Fernando recorda o seu amor, arrumando as coisas de sua amada morta. Um dia ele encontra uma fita VHS, que mudará tudo.

12. ENTRE ABELHAS


Sinopse: Coisas estranhas começam a acontecer na vida de Bruno (Fábio Porchat), um jovem de quase 30 anos que acaba de se separar da mulher (Giovana Lancelotti). Bruno tropeça no ar, esbarra no que não vê – até perceber que as pessoas ao seu redor estão desaparecendo só para ele. Os dias correm e a situação só piora. Com a ajuda da mãe (Irene Ravache) e do melhor amigo (Marcos Veras), Bruno tentará se adaptar a esse novo mundo com cada vez menos gente.

0 comentários:

Postar um comentário