[Top] As melhores séries nacionais de 2016


Completando a retrospectiva do blog, que já contou com os melhores filmes e novelas, chegou o momento de falar das séries. Ao contrário do ano passado, a Record não investiu no formato e focou seu tempo na sua novela bíblica. Já a Globo finalmente percebeu um público potencial e crítico, e como resultado produziu belíssimas histórias. 


5. MISTER BRAU



Considerada a Empire tupiniquim, que por sua vez já é uma cópia de Império, Mr Brau veio com a difícil tarefa de substituir a incrível Tapas e Beijos nas noites de terça-feira. Embora seu apelo musical pudesse ser mais explorado, a série cumpre o papel de bom entretenimento. Destaque para o carisma inquestionável de Taís Araújo e Lazaro Ramos. Trazendo protagonistas lindos e poderosos, nos faz questionar o pouco espaço dados as atores negros nas novelas e filmes brasileiros. 

4. MASTERCHEF


Se teve um reality show que envolveu o brasileiro esse ano, foi o MasterChef. Em tempos que esse formato anda tão desgastado e desvalorizado pelo grande público, a Band emergiu das redes sociais, e fez todo mundo torcer e se frustar com a eliminação de Jiang. O sucesso foi tanto que a emissora engatou uma versão mirim, que em meio a polêmicas mantém um público estável. 

3. AMORTEAMO



A história de amor e morte, ambientada nas ruas da antiga Recife, é estética e musicalmente a coisa mais bela apresentada em 2015. A Globo investiu em uma cenografia teatral, texto rico em detalhes e excelentes atuações, apesar do sotaque forçado. Afinal, qual o problema de usar atores nordestinos para a produção? Com uma cultura tão rica envolvendo o sobrenatural, a série poderia ter  facilmente uma segunda temporada como pareceu a intenção na época. 

2. OS EXPERIENTES




Se a velhice é a idade do pôr-do-sol, Os Experientes foi realmente um belíssimo crepúsculo. Geralmente, não estamos acostumados a ter idosos como protagonistas, ou quando o temos são como narradores. Rompendo esse pragmatismo, a série conseguiu trazer um olhar delicadamente forte sobre a velhice, mostrando que há muitas narrativas a serem exploradas pelos mais experientes na escola da vida.

1. FELIZES PARA SEMPRE?



Ousada e sem pudores, Felizes para Sempre? sustentou seu caráter interrogativo até o último episódio. Epílogo sobre o que acontece depois do último capítulo da novela, a produção trouxe os conflitos de quatro casais da mesma família, mostrando um mundo de aparências, submissão, corrupção e violência. Simplesmente, a melhor série apresentada na TV brasileira, este ano.  

0 comentários:

Postar um comentário